Poemas

Faz a simplicidade tornar-se viva, de William Martin

Não peças aoNão peças aos teus filhos para se esforçarem em ter vidas extraordinárias. Esse esforço pode parecer admirável, mas é o caminho da tolice. Ao invés disso, ajuda a que eles encontrem os encantos e as maravilhas de uma vida comum. Mostra a eles a alegria de saborear tomates, maçãs e peras. Mostra a […]

Continuar a ler…

Dá-me a tua mão, por Clarice Lispector

Dá-me a tua mão: Vou agora te contar como entrei no inexpressivo que sempre foi a minha busca cega e secreta. De como entrei naquilo que existe entre o número um e o número dois, de como vi a linha de mistério e fogo, e que é linha sub-reptícia. Entre duas notas de música existe […]

Continuar a ler…

Ama e faz o que quiseres!

Ama e faz o que quiseres! Se calares, cala por amor; se falares, fala por amor. Se corrigires, corrige por amor; se perdoares, perdoa por amor… Coloca no fundo do coração essa raiz de amor. Dessa raiz de amor só pode nascer o bem. Dentro do amor, não há erro, não há injustiça, não há […]

Continuar a ler…

Casa em Ordem, por Sussumu Hirayama

Sentar-se em silêncio é colocar a casa em ordem, não na ordem que alguém disse ou a que eu desejo, na ordem que ela é. Sentar-se em silêncio é oferecer atenção a si mesmo, perceber-se, compreender-se, não pelos sentidos ou intelecto, por ser inteiro. Sentar-se em silêncio é oferecer atenção à vida, percebê-la, compreendê-la, notar […]

Continuar a ler…

Oração de Gandhi

Senhor… …Ajuda-me a dizer a verdade diante dos fortes e a não dizer mentiras para ganhar o aplauso dos fracos. Se me deres fortuna, não me tires o raciocínio. Se me deres êxito, não me tires a humildade. Se me deres humildade, não me tires a dignidade. Ajuda-me sempre a ver a outra face da […]

Continuar a ler…

As sandálias negras, por Marisel Hilerio

A última vez que dei uns sapatos para minha mãe,foram sandálias pretas.Estreou-as no dia seguinte.Quando a vi, fiquei surpreendidaporque as tinha comprado para “um dia especial”e perguntei porque os tinha usado pela primeira vez tão rapidamentee ela disse: “E se eu morrer amanhã?Será outra pessoa a estreá-las?São para ser usadas agora”!Dois meses depois, ela faleceu!Hoje […]

Continuar a ler…

Plum Village, 2018

Beija a Terra, por Thich Nhat Hanh

Caminha e toca a paz a cada momento.Caminha e toca a felicidade a cada momento.Cada passo traz uma brisa fresca.Cada passo faz uma flor desabrochar.Beija a Terra com os pés.Traz à Terra o teu amor e felicidade.A Terra estará seguraquando nos sentirmos seguros em nós mesmos. – Thich Nhat Hanh […]

Continuar a ler…

Onde está o coração?, por Elena Balumerli

Onde está o coração?Num prato quente, numa mesa e nas pessoas à volta.Está num bom dia com um abraço,e num passo errado.Está na melodia, na liberdade do fogoe está numa escuta presente e no vento que se sente.O coração está numa decoração, num detalhe, numa canção.Está no pão feito à mão e numa ponte a […]

Continuar a ler…

Guardar o silêncio, por Pablo Neruda

Agora contaremos até dozee ficaremos todos quietos.Por uma vez sobre a terranão falemos em nenhum idioma,por um segundo nos detenhamos,não movamos tanto os braços.Seria um minuto flagrante,sem pressa, sem automóveis,todos estaríamos juntosnuma quietude instantânea.(…)Se não podemos ser unânimesSobre mover tanto as nossas vidas,talvez não fazer nada uma vez,talvez um grande silêncio possainterromper esta tristeza,este não […]

Continuar a ler…

The School of We

Contacta com a TSoW

Para obter mais informações sobre os nossos serviços, por favor preenche o formulário de contacto! Obrigado!